AM é o 2º estado com maior número de assassinatos na região Norte no 1º trimestre de 2023

Homem foi morto a tiros, no Novo Aleixo, em Manaus — Foto: Sandro Feitosa

O Amazonas apresentou uma redução de apenas 2,6% nos registros de mortes violentas durante o primeiro trimestre de 2023. Mesmo com a diminuição, o estado é o segundo com o maior número de assassinatos registrados na região Norte do país.

Casa da Praia Zezinho Corrêa – Vista Rio Café Banner

Os dados fazem parte do índice nacional de homicídios criado pelo g1, com base nos dados oficiais dos estados do país. Estão contabilizadas no número as vítimas dos seguintes crimes:

  • homicídios dolosos (incluindo os feminicídios)
  • latrocínios (roubos seguidos de morte)
  • lesões corporais seguidas de morte

Entre janeiro e março de 2023, o Amazonas teve o registro de 305 mortes violentas. No mesmo período de 2022, foram 313 assassinatos no estado. A redução entre os anos foi de 2,6%, segundo o índice nacional de homicídios.

De acordo com o levantamento, durante o trimestre foram registrados:

  • 273 homicídios,
  • 4 feminicidios,
  • 13 latrocínios,
  • 15 casos de lesão corporal seguidas de mortes.

Região Norte

Em relação aos estados da Região Norte, o Amazonas foi o segundo com mais mortes violentas registradas, atrás apenas do Pará, que teve 466 assassinatos.

Confira os registros de mortes violentas entre os estados da região Norte:

  • Pará – 466
  • Amazonas – 305
  • Tocantins – 103
  • Amapá – 101
  • Rondônia – 98
  • Acre – 52
  • Roraima – 32

No país, o Norte foi a terceira região que apresentou queda em mortes violentas. A primeira foi o Centro-oeste, com -5,2%, seguido do Nordeste, com -3%. O Norte aparece com redução de -4,2% e o Sul, -5,7%.

Índice nacional de homicídios

A ferramenta criada pelo g1 permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. Estão contabilizadas as vítimas de homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Juntos, estes casos compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais.

Jornalistas do g1 espalhados pelo país solicitam os dados, via assessoria de imprensa e via Lei de Acesso à Informação, seguindo o padrão metodológico utilizado pelo fórum no Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

Os dados coletados pelo g1 não incluem as mortes em decorrência de intervenção policial. Isso porque há uma dificuldade maior em obter esses dados em tempo real e de forma sistemática com os governos estaduais. O balanço fechado do ano de 2022 foi publicado em maio.

Por G1 Amazonas

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.