AM registra 2 mil queimadas no início de outubro de 2023 e supera mesmo período do ano passado

No ano passado, no mesmo período, o estado registrou pouco mais de 1,5 mil focos de calor.

 Foto: William Duarte/Rede Amazônica

O Amazonas registrou 2.073 queimadas nos primeiros oito dias de outubro deste ano. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e mostram que o número de focos de calor registrados somente nesses dias já supera todo o consolidado de outubro do ano passado.

A “onda de queimadas” começou em agosto. Naquele período, o Amazonas registrou pouco mais de 5,4 mil focos de incêndios em todo o estado. Já em setembro, foram quase 7 mil, o segundo pior mês de setembro desde 1998, quando o Inpe começou a fazer o monitoramento.

Com o avanço da onda de calor, o Amazonas chegou a decretar emergência ambiental.

Já em outubro, o rastro de destruição do fogo segue avançando. Enquanto, no ano passado, no mesmo período, o estado registrou pouco mais de 1,5 mil focos de calor, neste ano já são 2 mil. Só no domingo (8), o Inpe registrou 656 registros de incêndio.

Até o momento, Lábrea, Boca do Acre e Novo Aripuanã lideram o número de queimadas na Amazônia, em outubro. Lábrea tem 306 focos de calor até o domingo; Boca do Acre, 248; e Novo Aripuanã, 220.

Juntos, os três municípios representam 37% do total de incêndios registrados no Amazonas até o momento. A lista traz ainda Apuí (141) e Autazes (120).

Por G1 AM

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.