Campanha ‘SOS ribeirinhos e indígenas’ entrega cestas básicas e água no Amazonas

Pelo menos sete comunidades indígenas e ribeirinhas serão alcançadas com cestas básicas e distribuição de água potável. Alguns moradores andaram quatro horas para receber as doações

O MIR Centro-Sul, por meio do projeto “SOS Ribeirinhos e Indígenas” começou a distribuir cerca de 12 toneladas de alimentos e água a sete comunidades assistidas pela denominação evangélica da Praça 14, em Manaus. 

Somente nesta quinta, 9/11 e sexta, 10/11, mais de três toneladas de alimentos e três mil litros de água foram entregues a quatro comunidades atingidas pela estiagem e seca histórica no Amazonas.

A campanha de arrecadação contou com a participação de membros da igreja, empresas parceiras e do projeto social “Amigos do Reino”, responsável pela captação e distribuição dos donativos aos atingidos pela seca histórica no estado. Neste final de semana, a campanha segue beneficiando outras comunidades amazonenses.

Essa primeira etapa de distribuição alcançou localidades que ficam em áreas de difícil acesso do Careiro da Várzea. Entre elas, Pacatuba, Lago do Tucunaré, Lago do Cacau e Comunidade Curuçá. Nessas comunidades, cerca de três toneladas de alimentos e três mil litros der água foram entregues pelo projeto. Além deles, abrigos de crianças, idosos, estrangeiros e casas terapêuticas  de Manaus também receberam três toneladas de proteínas, como frango, carne e ovos.

“Os pedidos de ajuda foram chegando e fomos nos compadecendo dessas pessoas que foram castigadas demais com a estiagem jamais vista no Amazonas. Nós já ajudamos por exemplo indígenas e comunidades ribeirinhas, mas precisamos reforçar e montar um ‘SOS’ urgente para supri-los”, justificou o presidente do MIR Centro-Sul, o apóstolo Arão Amazonas. 

A primeira parada da missão de distribuição começou na base missionária Vale da Amazônia, em Iranduba, que é uma das instituições atendidas pela igreja e, nessa missão de entregas, foi parceira ajudando no transporte das doações com seu barco. Lá foram entregues pelo menos 60 cestas básicas destinadas aos indígenas do Alto Solimões, em especial à comunidade Vale da Betânia, onde vivem 5 mil índios. 

“Nós estamos muito felizes porque vemos a mão de Deus por meio da ajuda dos irmãos que mais uma vez chega num momento difícil dos nossos ribeirinhos e indígenas. Onde governos não chegam a igreja supre”, enfatizou a vice-presidente da Vale da Amônia, a pastora, Neide Silva.

Seca dificultou acesso

Na comunidade de Pacatuba, no Careiro da Várzea, região metropolitana de Manaus, vivem aproximadamente 70 famílias que também foram beneficiadas com as doações de cestas básicas e água. A seca na região foi uma das dificuldades encontrada pelos missionários para fazer as entregas, pois os moradores locais precisaram caminhar quatro horas para receber os alimentos. “A gente já não sabe o que é comer feijão e arroz há muito tempo. A gente tá muito feliz com essa ajuda”, declarou o adolescente Leonardo Castro, 12 anos.

O sentimento de alívio do pequeno “Léo” foi compartilhado pelo pastor Ailton Silva, que cuida de uma igreja na comunidade do Pacatuba. Para ele, a ajuda enviada foi provisão de Deus. “Todos nos aqui estamos ilhados e isolados. Tudo aqui ficou mais difícil. É triste ver os irmãos com a escassez, pois até a pesca ficou complicada. Louvamos a Deus pelas doações e agradecemos pela vida de quem contribuiu”, afirmou o pastor. 

A pastora Lucineide Alves, assistente social e coordenara da distribuição de alimentos e água, considerou a missão um sucesso. “Nós queremos agradecer imensamente a todos que contribuíram para a realização dessa obra. A gente fala de Jesus e leva alimento material também sempre a quem precisa. Essa já é a marca do MIR Centro-Sul, uma igreja generosa que não mede esforços para abençoar nossos irmãos ribeirinhos e indígenas”, confessou pastora Lucineide.

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.