Cartela de ovo custa R$ 45 em cidade do AM afetada pela seca do Rio Negro

Balsas que transportam mercadorias não conseguem mais navegar devido ao baixo nível das águas. As prateleiras de alguns estabelecimentos já estão vazias.

As balsas que transportam mercadorias para o município de São Gabriel da Cachoeira estão paradas e não conseguem seguir viagem devido ao baixo nível do Rio Negro, no interior do Amazonas. O cenário faz com que os preços de alimentos subam, como é o caso da cartela de ovo que passou a custar R$ 45. A unidade do produto chega a ser vendida por R$ 1,50.

Neste ano, o Rio Negro registrou a pior seca da história em mais de 120 anos de história. Dados do Porto de Manaus mostram que o nível das águas na capital chegou a 12,70 metros.

A população de São Gabriel da Cachoeira faz apelo às autoridades que tomem medidas pela cidade que sofre com a seca do Rio Negro. Em outubro, a cidade suspendeu a realização de aulas, eventos e até mesmo o atendimento ao público de órgãos municipais por conta do sistema de racionamento de energia na cidade, ocasionado pela seca do Rio Negro.

A balsa que faz linha para São Gabriel está parada em uma praia a cerca de 20 km de uma área conhecida como Camanaus, principal de entrada de produtos, que fica 25 km da cidade.

Os poucos produtos que chegam, são vendidos a preços altos. A cartela do ovo, por exemplo, está saindo a R$ 45 ou a unidade do ovo a R$ 1,50.

Um vídeo feito em um mercado da cidade mostra que as prateleiras estão praticamente vazias, sem nenhum produto de hortifruti.

Alguns postos já estão fechando porque não tem mais combustível, já que as balsas que levam o produto estão pelo rio sem previsão de chegar.

Fonte: g1 Am

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.