Grande campeão do Festival de Parintins 2024 será conhecido na tarde desta segunda (30)

A transmissão da apuração começa a partir das 14h, na TV A Crítica, direto do Bumbódromo de Parintins. Garantido e Caprichoso se apresentaram nos dias 28, 29 e 30 de junho

Parintins (AM) – As notas do 57º Festival Folclórico de Parintins serão divulgadas nesta segunda-feira (30), a partir das 14h (horário de Manaus) com transmissão da TV A CRÍTICA, direto do Bumbódromo de Parintins (distante 369 quilômetros em linha reta de Manaus). Os bois Garantido e Caprichoso foram avaliados nos dias 28, 29 e 30 de junho por nove jurados que atribuíram notas para 21 itens, divididos em três blocos: A – Comum/Musical, B – Cênico Coreográfico e C – Artístico.

  • No Bloco A – Comum/Musical:

Apresentador, Levantador de Toadas, Marujada de Guerra e Batucada, Amo do Boi, Toada – Letra e Música, Galera e Organização do Conjunto Folclórico. 

  • No bloco B – Cênico Coreográfico:

Porta Estandarte, Sinhazinha da Fazenda, Rainha do Folclore, Cunhã-poranga, Boi bumbá: evolução, Pajé e Coreografia. 

  • No Bloco C – Artístico:

Ritual, Povos Indígenas, Tuxauas, Figura Típica Regional, Alegorias, Lenda Amazônica e Vaqueirada.  

Apresentações

Na sexta-feira (28), primeira noite de apresentações, o boi Caprichoso com o tema “Cultura – O Triunfo do Povo” apresentou o subtema “Raízes: o entrelaçar de gentes e lutas”, com o objetivo de celebrar as origens do boi da Francesa. O boi Garantido, com o tema “Segredos do Coração”, trouxe o subtema “A menina dos olhos do mundo”, em referência ao trabalho do escritor amazonense Thiago de Mello.

boi Caprichoso abriu a segunda noite de apresentações, no sábado (29) com o subtema “Tradições: o flamejar da resistência popular”, em uma noite dedicada aos parintinenses que fizeram parte da história do bumbá. O boi Garantido como subtema “A Cidade de Lindolfo”, em que mostrou na arena a ancestralidade do bumbá desde o surgimento da “Baixada da Xanda”, atual, Baixa do São José, bairro onde nasceu o bumbá. 

No domingo (30), o boi Garantido abriu a última noite de apresentações com o subtema “O futuro é ancestral” inspirado na obra do escritor indígena Ailton Krenak, no qual mostrou que a união de todos os povos constrói uma nova humanidade. O boi Caprichoso fechou as apresentações com o subtema “Saberes: o reflorestar das consciências”, e mostrou os diversos saberes que compõe a expressão cultural.   

Por A Crítica

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.