Mais de 80 mil pessoas são afetadas pela seca dos rios no Amazonas, aponta Defesa Civil

Dos 62 municípios do Amazonas, 59 estão sofrendo com a estiagem.

Foto: Jornal Nacional/ Reprodução

Dos 62 municípios do Amazonas, 59 estão sofrendo com a seca dos rios. Segundo a Defesa Civil do estado, mais de 80 mil pessoas são afetadas pela estiagem. Os dados são do último levantamento divulgado pelo órgão na sexta-feira (22).

De acordo com a Defesa Civil, o município mais afetado é o de São Paulo de Olivença, localizado na Região do Alto Solimões. Na cidade, são 23.932 pessoas atingidas pela seca, o que representa quase 6 mil famílias.

A cidade de Benjamin Constant, vizinha de São Paulo de Olivença, concentra 18.172 pessoas atingidas pela estiagem que afeta o Amazonas, a segunda mais atingida pelo fenômeno, até o momento.

A lista ainda traz Tefé (13.467 pessoas atingidas), Uarini (8.852 pessoas), Envira (8.396), Itamarati (5.451 pessoas) e Jutaí (2.2496).

Até esta segunda-feira (25), 14 municípios vivem em situação de emergência por conta da estiagem. Os mais afetados são os localizados na Calha do Alto Solimões, onde fica Benjamin Constant e São Paulo de Olivença. Além deles, Atalaia do Norte, Amaturá, Santo Antônio do Içá e Tonantins estão na lista.

Fonte: G1 AM

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *