Operação Jomini termina com apreensão de quase R$ 50 milhões em drogas na rodovia AM-010

Além da droga, foram apreendidos três fuzis, duas pistolas, uma espingarda calibre 12, e uma lancha rápida

Duas toneladas e oitocentos quilos de pasta a base de cocaína e maconha do tipo skank – avaliados em R$ 50 milhões – foram apreendidos por policiais civis do Departamento de Combate ao Crime Organizado (DRCO).  Durante a operação Jomini, deflagrada na sexta-feira (2). Além da droga, foram apreendidos três fuzis, duas pistolas, uma espingarda calibre 12, e uma lancha rápida. 

A ação, comandada pelo titular do DRCO delegado Mário Paulo, foi resultado de dez meses de investigações. Na sexta-feira, os policiais foram até um sítio na comunidade Bom Jardim, Km 240, da rodovia AM-010, entre os municípios de Itacoatiara e Rio Preto da Eva, local em que estava escondida a droga. 

Conforme o delegado, o local funcionava como um entreposto para os traficantes colombianos que traziam a droga via fluvial em lanchas rápidas. No sítio, a droga era escondida e protegida  por homens fortemente armados, com fuzis, espingarda e pistolas.

No sítio, a droga era guardada por três homens (dois irmãos brasileiros de 35 e 36 anos de idade, e um colombiano de 31 anos), que acabaram presos em flagrante. De acordo com Mário Paulo, os três recebiam a droga, que os colombianos traziam em lanchas rápidas, a guardavam e faziam a distribuição do entorpecente em caminhões de mudança, para não chamar a atenção. 

Segundo a polícia, os suspeitos ainda faziam tratavam a logística para os colombianos, que traziam a droga fornecendo combustível e alimentos para o retorno deles. De acordo com Mario Paulo, a organização criminosa já vinha atuando desde o ano passado. 

De acordo com Mário Paulo, as embalagens dos pacotes de droga estavam todos marcados com figurinhas, o que indica a origem e a marca do produtor.  Quanto as armas, algumas de fabricação estrangeira é alto poder de fogo.

As investigações começaram com com a apreensão de um caminhão carregado com mais de 1,5 toneladas de drogas e cinco cinco fuzis de uso restrito da força policial, em um caminhão de mudanças, no bairro Mauazinho, zona leste da capital.

O delegado Geral da Polícia Civil, Bruno Fraga, destacou só neste ano aPolicia Civil já apreendeu aproximadamente 3 toneladas de droga. De acordo com Fraga as criminosos estão se esforçando para manter as suas atividades  despercebidas pela polícia, porém está está a frente dos criminosos conseguindo desarticular o crime com uso da inteligência e investigação.

Por A Crítica

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *