Tio suspeito de estuprar sobrinha no AM envia mensagens debochando da vítima: ‘pura diversão’

Crime aconteceu no ano passado, em Manaus. Homem foi preso em Presidente Figueiredo, Região Metropolitana da capital.

Foto: Reprodução

Um homem de 38 anos foi preso, nesta quarta-feira (6), no Amazonas, suspeito de estuprar a própria sobrinha, quando ela tinha 16 anos. Mesmo após ser denunciado, o tio continuou importunando a vítima por mensagens. “Pura diversão”, disse, em um dos trechos enviados à adolescente.

O crime aconteceu no ano passado, em Manaus. O homem foi preso em Presidente Figueiredo, na Região Metropolitana da capital, nesta quarta.

Segundo a polícia, mesmo após o crime, o homem continuava enviando mensagens para a vítima, relembrando o crime. A delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), divulgou os prints da conversa nas redes sociais nesta quarta-feira (6).

Em uma das mensagens, o homem confessa o crime e chega a dizer que fez um favor para a vítima ao cometer o estupro.

“Tu sempre teve medo de mim, só não entendo o porquê, já que isso é natural. Eu te fiz um favor. (…) por pura diversão. Sem nada para fazer naquela casa”, escreveu o homem.

Em outra data, o tio enviou uma nova mensagem de importunação à sobrinha, e disse que se divertia ao ver a jovem chorando durante o crime.

“Que lindo, cara”, dizia.

De acordo com a polícia, o crime ocorreu quando o homem fugiu para Manaus, após cometer outros crimes em Presidente Figueiredo. A polícia disse que a jovem foi estuprada mais de uma vez, e sofreu constrangimentos e constantes ameaças, incluindo psicológicas.

No dia 14 de agosto deste ano, a vítima fez um Boletim de Ocorrência (BO). “E relatou que não denunciou antes pois tinha medo, devido às ameaças sofridas. Além disso, a vítima nos relatou que contou sobre o crime apenas para suas tias, irmãs do autor, que ficaram revoltadas com a situação e pediram para que ele não se aproximasse mais da vítima, pois ela já o havia denunciado”, afirmou Joyce Coelho.

Foto: Reprodução

De acordo com a delegada, mesmo com o pedido das irmãs, o homem mandava mensagem para a vítima por meio de uma rede social.

“Além de ele alegar que a denúncia dela não adiantaria de alguma coisa, ele confessou a prática criminosa de maneira bastante machista e agressiva, ferindo o psicológico da vítima”, disse a delegada.

No dia 28 de agosto, a jovem voltou a procurou a polícia. “Nos mostrou as mensagens do autor, ocasião em que pediu uma medida protetiva devido ao assédio que estava sofrendo”, contou a delegada.

Agora preso, o homem responderá por estupro e ficará à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: G1 Amazonas

Compartilhe :

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *