Marcelinho Carioca nega envolvimento com amiga e detalha sequestro

O ídolo do Corinthians declarou que Thaís – a mulher que aparece no vídeo – é ex-assessora e amiga. O jogador disse que foi obrigado a gravar o vídeo dentro do cativeiro

O ex-jogador de futebol Marcelinho Carioca, 51 anos, negou que tenha envolvimento com uma mulher identificada como Thaís. Nesta segunda-feira (18) em coletiva de imprensa em São Paulo (SP) disse que saiu do show do cantor Thiaguinho no sábado (16) por volta de 00h40 e ao deixar a jovem em casa foi abordado por três suspeitos.

“Eu queria falar da Thaís. Ela é minha amiga há três anos. Eu conheço o ex-marido dela, Márcio, e os dois filhos dela. (Ela) É uma mulher integra. Guerreira. Falaram uma porção de coisa. Eu não tenho nada a ver com a Thaís. Ela é minha amiga”, disse Marcelinho. Thaís é a mulher que aparece no vídeo gravado ainda em cativeiro e divulgado publicamente nesta segunda-feira (18).

Ídolo do Corinthians, Marcelinho detalhou que os suspeitos deram coronhadas e colocaram capuz na cabeça dele ao ser sequestrado depois do show em Itaquera, na zona Leste paulista. “Chegaram três indivíduos e me abordaram, e aí tomei essa coronhada na minha cabeça e depois não vi mais nada, entrei no carro e já colocaram o capuz e não vi mais nada”, disse.

LEIA MAIS: Após aparecer em vídeo no cativeiro, Marcelinho Carioca é libertado

Marcelinho e Thais trabalharam juntos na Secretaria dos Esportes de Itaquaquecetuba, onde o ex-jogador foi secretário, e eram amigos por isso. Sobre o vídeo em que aparece com um olho roxo ao lado de Thais, gravado no suposto cativeiro e que circula nas redes sociais, o ex-jogador disse que gravou o vídeo forçado, com “arma na cabeça”.

“Botou a arma na minha cabeça depois eu não vi mais nada entrei no carro colocaram capuz e não vi mais nada. (Sobre o vídeo) Fui obrigado a falar, a Thais (mulher que aparece no vídeo) é guerreira, mulher de fibra e a nossa relação é de amizade. Eles queriam dinheiro, eu estava preocupado com a minha vida, com a vida dela”.

Por Robson Adriano

Fonte: A Crítica

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.