Amazonas cria mais de 3,4 mill empregos com carteira assinada em maio

Nos cinco primeiros meses deste ano, o estado já registra a criação de 14,3 mil novas vagas. Em todo o país, um milhão de postos formais foram criados de janeiro a maio de 2024.

O Amazonas registrou em maio um saldo positivo de 3.467 novos postos formais de trabalho, resultado de 23,3 mil admissões e 19,9 mil desligamentos. Com isso, apenas nos cinco primeiros meses deste ano, o estado já registra a criação de 14,3 mil novas vagas, segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) e Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

36 postos.

A capital, Manaus, foi o município com maior saldo positivo de empregos criados: 3.149, levando o estoque da cidade a mais de 480,5 mil pessoas formalizadas no mercado de trabalho. Na sequência dos cinco municípios que mais geraram empregos estão Parintins (164), Presidente Figueiredo (48), Maués (45), Tefé (29) e Humaitá (19).

O Brasil registrou em maio um estoque de trabalho com carteira assinada de 46,6 milhões de pessoas. Trata-se do maior número da história do país. Em maio de 2023, o estoque brasileiro era de 44,93 milhões de trabalhadores. Ou seja, nos últimos 12 meses, entre junho de 2023 e maio de 2024, o país registrou um saldo de 1.674.775 novos empregos com carteira assinada criados em todo o país.

Em maio, o saldo ficou positivo para mulheres (64.631) e para homens (67.180). No que se refere à população com deficiência, o saldo foi negativo, com -79 postos de trabalho. No quesito cor, o saldo foi positivo para pardos (194.312), brancos (78.028) e pretos (37.217), ficando negativo para amarelos (-733) e indígenas (-98).

Por A Crítica

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.