Aderbal Lana retorna ao Manaus FC após cinco anos para a temporada 2024

Técnico multicampeão conquistou o primeiro Barezão da história do Gavião do Norte em 2017 e bateu na trave para o acesso à Série C em 2018

‘Nós vamos voltar as raízes’, foi com essas palavras que o presidente de honra do Manaus FC, Luis Mitoso, projetou os rumos do clube para a temporada 2024. E dando início a este processo de restruturação, o nome que a direção escolheu para comandar a comissão técnica para o ano em que a equipe retorna à Série D do Campeonato Brasileiro é o de Aderbal Lana. O treinador de 76 anos foi apresentado oficialmente nesta quarta-feira (1), no hotel Da Vinci, localizado no bairro Adrianópolis, ao lado de Márcio Passos, que agora passa a ser o novo gerente de futebol do clube, substituindo Fausto Momente. 

“Eu fico feliz porque você trabalhar onde tudo estar correndo bem e com o time na mão é uma coisa. Agora o dom é você montar, pegar debaixo, aquilo que as pessoas acham impossível. E eu sempre fui assim, nunca cheguei em um clube onde ele estivesse ganhando, sempre tinha algum problema e a gente vem e arruma aqui e ali para colocar nos eixos”, afirmou Aderbal Lana.

Foto: Márcio Silva/A CRÍTICA

Um dos pontos mais mencionados pela direção do Manaus durante a apresentação foi o recurso reduzido para a próxima temporada. Já sabendo que o clube esmeraldino não terá grandes investimentos, não contará com a cota da Copa do Brasil e precisará renegociar com patrocinadores ao fim da temporada, Aderbal Lana falou sobre a sua experiência em montar equipes com pouco recurso. 

“O São Raimundo da época áurea tinha 70% de jogadores amazonenses. Os atletas de fora eram pontuais, quando não se tinha opções locais. E o Manaus de 2024 tem esse pensamento, não é dizer que teremos 20 amazonenses no elenco, pois isso é impossível, mas aquilo que poder ser aproveitado será aproveitado. A gente tem que conversado bastante com o Márcio sobre isso e a gente estará por trás para dar umas dicas e se ajudar, trabalhando em conjunto, vendo o lado financeiro do clube e o lado do atleta, então vamos trabalhar nisso”, afirmou Lana.

Nas últimas três temporadas o técnico Aderbal Lana esteve no Princesa do Solimões e chegou a ter um breve retorno ao São Raimundo. Na temporada 2023, Lana chegou a eliminar o próprio Manaus comandando o Tubarão do Norte na Copa Verde. Entretanto, o rendimento da equipe caiu no decorrer da temporada por fatores de lesão e calendário fazendo com o time não chegasse à final do Barezão e parasse na segunda fase da Série D, além da eliminação na primeira fase da Copa do Brasil.

Sobre a possibilidade de contar com atletas que estiveram com ele no Princesa do Solimões, Lana foi sincero em dizer que estar em conversas com jogadores que trabalharam com ele no clube de Manacapuru. “Tem alguns nomes que já estamos em contato e tentaremos trazê-los. São jogadores que tem coração, são amazonenses e irão somar muito dentro da nossa equipe”, concluiu. 

A primeira passagem de Aderbal Lana pelo Manaus aconteceu em 2017. Foi justamente no clube esmeraldino que a ‘velha raposa’ conquistou o seu último Campeonato Amazonense e o primeiro dos cinco que o Gavião do Norte viria a levantar após a saída do treinador. Na temporada 2018, logo após a trabalhar no Rio Negro, o experiente treinador retorna ao clube para a Série D e acaba batendo na trave em conquistar o acesso à Série C de 2019, quando perdeu nos pênaltis para o Imperatriz (MA).

Início de pré-temporada

O Manaus pretende iniciar os trabalhos com bola visando a temporada 2024 já no dia 4 de dezembro. Segundo o novo gerente de futebol e ex-volante da equipe, Márcio Passos, a ideia é contar com um elenco de no máximo 25 jogadores. “Queremos iniciar o trabalho no início de dezembro e trabalhar com um elenco curto, mas assertivo. Então queremos algo próximo de 25 atletas e isso vai depender muito do trabalho, iremos nos esforçar para que no dia que tivermos que apresentar o elenco tenhamos um grupo qualificado nas mãos”, disse Márcio Passos.

Após pendurar as chuteiras em 2022, Márcio Passos se tornou supervisor do Gavião do Norte. Como atleta, o jogador conquistou dois títulos do Barezão, o acesso à Série C de 2020 com direito ao vice-campeonato da Série D de 2019. Esta será a primeira experiência do ex-volante esmeraldino no cargo de gerente de futebol de um clube.

Por A Crítica

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.