Com título já decidido, F1 chega ao Brasil com equipes pensando em 2024

Como vem sendo habitual nos últimos anos, a corrida em São Paulo, disputada no circuito de Interlagos, chega com os campeonatos de pilotos e construtores já decididos

Com o título já garantido pelo holandês Max Verstappen (Red Bull), a Fórmula 1 volta ao Brasil para começar a definir a classificação do mundial de pilotos, a três provas para o fim da temporada.

Como vem sendo habitual nos últimos anos, a corrida em São Paulo, disputada no circuito de Interlagos, chega com os campeonatos de pilotos e construtores já decididos, e as escuderias aproveitam para fazer testes para a temporada seguinte.

O mexicano Sergio Pérez (Red Bull), atualmente vice-líder com 240 pontos, o britânico Lewis Hamilton (Mercedes), terceiro com 220, os espanhóis Carlos Sainz (Ferrari) e Fernando Alonso (Aston Martin), empatados com 183 pontos, o britânico Lando Norris (McLaren, 169) e o monegasco Charles Leclerc (Ferrari, 166) estão na disputa para ver quem vai acompanhar Verstappen no pódio final.

Um dos fatores decisivos pode ser o clima, com a previsão de chuvas ao longo do fim de semana em São Paulo e que pode condicionar as estratégias das equipes.

Das últimas seis edições do Grande Prêmio do Brasil, em cinco o ‘Safety Car’ teve que entrar na pista por conta da chuva.

Verstappen quer ampliar recordes

Já tricampeão, Verstappen quer continuar fazendo história e ampliar o recorde de vitórias em uma única temporada.

No México, no último final de semana, conquistou a 16ª vitória em 19 etapas disputadas em 2023, superando a própria marca e alcançando o maior percentual de vitórias em um único ano (84,21%).

Somando as sprint, Verstappen venceu 19 das 24 corridas realizadas neste ano.
Porém, Interlagos não é um circuito em que o piloto da Red Bull tem bom retrospecto, onde só venceu uma vez, em 2019. 

Assim como o campeonato de pilotos, o de construtores também busca definir nas últimas três corridas do ano quem acompanhará a campeã Red Bull no pódio.

Mercedes, com 371 pontos, Ferrari, com 349, McLaren (256) e Aston Martin (236) lutam para terminar a temporada em segundo e terceiro lugares.

Testes para 2024

A expectativa é que a maioria das equipes aproveite o GP de São Paulo, assim como os de Las Vegas e Abu Dhabi, para testar novos componentes visando 2024. É uma forma de contornar as restrições de teto de gastos impostas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e avançar no desenvolvimento dos carros.

Esse esforço deverá ser intensificado em Interlagos, circuito clássico com grande variação de curvas e que ano após ano impõe uma série de desafios aos engenheiros.

Depois de terminar a temporada em Abu Dhabi, as equipes só poderão voltar a testar seus carros em fevereiro, nos treinos de pré-temporada no Bahrein.

Outro dos atrativos que o GP de São Paulo apresenta é ser uma das seis etapas da temporada que inclui a corrida sprint, de aproximadamente 100 quilômetros e sem passagem pelos boxes.

Em 2022, o britânico George Russell (Mercedes) venceu a corrida sprint e a prova de domingo, sua primeira vitória na F1, à frente do companheiro Lewis Hamilton.

Programação do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 (horário de Brasília):

Sexta-feira: 
11h30-12h30: Treino livre 1
15h00-16h00: Treino de classificação

Sábado:
11h00-12h00: Classificação sprint
15h30-16h30: Corrida sprint (24 voltas)

Domingo:
14h00: Início do Grande Prêmio (71 voltas)

Classificação do Mundial de Fórmula 1 2023:

Campeonato de pilotos:
1. Max Verstappen (HOL) 491 pontos CAMPEÃO
2. Sergio Pérez (MEX) 240
3. Lewis Hamilton (GBR) 220
4. Carlos Sainz (ESP) 183
5. Fernando Alonso (ESP) 183
6. Lando Norris (GBR) 169
7. Charles Leclerc (MON) 166
8. George Russell (GBR) 151
9. Oscar Piastri (EUA) 87
10. Pierre Gasly (FRA) 56
11. Lance Stroll (CAN) 53
12. Esteban Ocon (FRA) 45
13. Alexander Albon (TAI) 27
14. Valtteri Bottas (FIN) 10
15. Nico Hülkenberg (ALE) 9
16. Yuki Tsunoda (JPN) 8
17. Daniel Ricciardo (EUA) 6
18. Zhou Guanyu (CHN) 6
19.Kevin Magnussen (DIN) 3
20. Liam Lawson (NZL) 2
21. Logan Sargeant (EUA) 1
22. Nyck de Vries (HOL) 0

Campeonato de construtores:
1. Red Bull 731 pontos CAMPEÃ
2. Mercedes 371
3. Ferrari 349
4. McLaren-Mercedes 256
5. Aston Martin-Mercedes 236
6. Alpine-Renault 101
7. Williams-Mercedes 28
8. AlphaTauri-Red Bull 16
9. Alfa Romeo-Ferrari 16
10. Haas-Ferrari 12

Fonte: A Crítica

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *