Princesa sofre gol aos 51 minutos e empata pela Série D

Max marcou o gol do Tubarão de Manacapuru aos 39 do segundo tempo, mas Matheus Lima deixou tudo igual para o Ferroviário-CE

Foto: Paulo Bindá / A Crítica

Pelo jogo de ida da segunda fase da Série D, o Princesa do Solimões vencia por 1 a 0 até os 51 minutos do segundo tempo, quando o Ferroviário-CE acabou conseguindo empatar. O jogo foi disputado na noite desta segunda-feira (31), no estádio Gilbertão, em Manacapuru.

Logo nos primeiros minutos, o Princesa deu mostras claras de que não iria se intimidar diante do líder geral da competição – que segue invicto. Com Jonas e Luquinha ‘tocando o terror’ pelos lados do campo, o sistema defensivo do Ferroviário sofreu com as investidas do Tubarão de Manacapuru.

Aos 10 minutos, Jonas foi atingido com carrinho próximo da grande área, mas a arbitragem não marcou falta. O lance gerou irritação por parte do Princesa que, no minuto seguinte, afastou uma bola na grande área com Tico, tirando o ‘pão da boca’ de Ciel.

Após nova falta não marcada, Tiririca reclamou com o auxiliar e acabou levando cartão amarelo, aos 26 minutos. Quatro minutos depois, Jonas sofreu um novo carrinho e, dessa vez, o árbitro deu cartão para Gabryel Martins.

Aos 31, Tiririca finalizou pelo lado direito da grande área, mas foi travado pela defesa. Aos 37, Bombado sofreu falta e Luquinha mandou a bola no canto direito do goleiro Douglas Dias, que mergulhou para fazer a defesa. Aos 39, Tico arriscou o chute e também parou no goleiro do Ferrão. Aos 40, o goleiro novamente se mostrou atento, chegando na bola antes que Max pudesse ‘engatilhar’ o chute.

Em sua primeira finalização, aos 42 minutos, o zagueiro Éder Lima cabeceou a bola após escanteio pela esquerda e até balançou as redes, mas pela parte de cima da meta do goleiro Waldson. Com isso, a etapa inicial terminou sem as equipes conseguirem o gol.

Gols na etapa final

O Ferroviário-CE do técnico Paulinho Kobayashi tirou Gabryel Martins e colocou o camisa 10, Matheus Lima, logo no intervalo. Sem alterações, o Princesa quase marcou um gol logo no primeiro minuto, mas a defensiva do Ferrão conseguiu afastar a bola.

Aos 20, Luquinha avançou pela esquerda e mandou a bola na cabeça de Max, mas ainda não era o momento do camisa 28 brilhar. Aos 35, Jonas cruzou pela direita e Luquinha dominou pelo lado esquerdo da grande área. Na hora de finalizar, o meia-atacante mandou pela rede do lado de fora.

Aos 37, Jonas Alves – que entrou no lugar de Fabrício aos 30 minutos – mandou a bola na área pelo lado esquerdo, mas tentando o chute de primeira, Tiririca acabou pegando ‘mascado’ na bola. Até que aos 39, enfim, o gol saiu com Max, que recebeu a bola na grande área e tocou por cobertura, marcando um golaço e garantindo a festa no estádio Gilbertão.

O que parecia ser a queda do invicto Ferroviário, acabou se tornando um roteiro trágico para o Princesa, pois aos 51 minutos do segundo, Matheus Lima – o mesmo que entrou no intervalo – recebeu pelo lado direito de ataque e acertou um lindo chute, no ângulo de Waldson, sem qualquer chance de defesa.

Com o resultado, o Princesa vai ao estádio Presidente Vargas precisando vencer para garantir a classificação. Em caso de empate, a definição do classificado para a próxima fase será tomada através das disputas de pênalti. Vale destacar que o Princesa chega ao oitavo jogo seguido sem derrota na Série D, enquanto que o Ferroviário não perdeu nenhum dos 15 jogos disputados.

Ficha técnica

Princesa: Waldson, Tico, Eric, Ivan, Fabrício (Jonas Alves), Koffi, Bombado, Tiririca, Jonas, Luquinha e Max. Téc: Aderbal Lana

Ferroviário-CE: Douglas Dias, Wesley (Roni Lobo), Alisson, Éder Lima  Mattheus Silva, Lincoln, Felipe Guedes, Maycon Lucas, Thiaguinho (Brayan), Gabryel Martins (Matheus Lima) e Ciel. Téc: Paulinho Kobayashi

Estádio: Gilbertão
Gols: Max (39’/2T); Matheus Lima (51’/2T)

Por A Critica

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *