Mocidade Independente de Aparecida é tricampeã do Carnaval de Manaus

A escola de samba da Zona Sul abriu vantagem cedo e logo os torcedores presentes no Sambódromo cantaram o grito de tricampeã. A Aparecisa se isolou ainda mais como a maior campeã do carnaval de Manaus, com 25 títulos

Pelo terceiro ano consecutivo, a grande campeã do Carnaval de Manaus é a Mocidade Independente de Aparecida. A escola de samba da Zona Sul de Manaus foi a melhor posicionada na apuração desta segunda-feira (5), no Sambódromo, com 269,1 pontos e aumentou a quantidade de títulos para 25, se isolando ainda mais como a maior campeã do Carnaval manauara.

A segunda colocada foi a Reino Unido da Liberdade, com 267,1 pontos, e o terceiro lugar ficou com Andanças de Ciganos, com 265,8 pontos, após serem analisados critérios de desempate.

A escola se apresentou na madrugada de domingo (4), e levou para a Avenida do Samba o enredo “A Saga da Família Cidade”. O desfile contou da campeã contou a história do casal Orlando e Jandira Cidade, que deixou um legado no empreendedorismo amazonense. O “sobe e desce” do casal de comerciantes pelo Rio Madeira inspirou o enredo deste ano, que mostrará o legado de empreendedorismo deixado pelo casal.

O presidente da agremiação, Luiz Pacheco, destacou que a Aparecida é uma escola formada por grandes famílias e nunca havia homenageado uma família inteira, somente algumas personalidades. “Não existem vencidos nem vencedores, todos vencem. Acredito que o carnaval cresceu muito com a mudança de data, tivemos já um bom público, e agora é comemorar o tricampeonato da Aparecida, em nossa quadra, com nossos patrocinadores e torcedores. Esse carnaval teve muita gente que se foi. Ao nosso amigo e irmão que nos deixou um mês antes do desfile, esse título é seu, é por você, Maurício Andrade, muito obrigado”, declarou, logo após ser campeão.

Durante o desfile, os carnavalescos na avenida e os torcedores “enlouquecidos” na arquibancada formaram um coral e cantaram em uma só voz: “Eu sou Mocidade, sou até morrer. Amor independente que me faz enlouquecer”.

Por A Crítica

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.