Suspeito de envolvimento na morte de grávida é preso em Manaus

Jovem desapareceu no dia 29 de julho, na Zona Leste da capital, após sair de casa para se encontrar com o pai da criança.

Foto: Reprodução

Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) prendeu, na quinta-feira (3), um homem suspeito de envolvimento na morte de Débora da Silva Alves, que tinha 18 anos. A vítima estava grávida de oito meses.

A prisão foi efetuada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), durante a Operação Hela. Conforme o delegado Ricardo Cunha, titular da unidade, o homem foi quem indicou aos policiais civis onde o corpo da jovem estava.

Debora estava desaparecida desde o dia 29 de julho deste ano. O corpo da vítima foi encontrado, na manha de quinta-feira, em uma área de mata localizada no Mauazinho, Zona Leste de Manaus.

A mulher foi queimada e teve os pés cortados. A jovem também foi encontrada com um pano no pescoço, o que indica que ela foi asfixiada, segundo a polícia.

A família esteve no Instituto Médico Legal (IML), e reconheceu o corpo. “Reconhecemos pelos brincos, parte dos cabelos e pelo vestido que ela estava usando. A mãe dela e eu também reconhecemos”, disse a tia da jovem, Rita de Cássia Silva.

O instituto, no entanto, não confirmou e pediu tempo para fazer a identificação.

Ainda não informações sobre o bebê que a mulher esperavaa.

Desaparecimento ocorreu no sábado

A jovem desapareceu na Rua Filadelfia, no bairro Gilberto Mestrinho, também na Zona leste da capital, após sair de casa para se encontrar com o pai da criança.

Segundo a família, o homem vinha ameaçando Débora por não aceitar a gravidez. Os familiares também afirmaram que o homem é casado e temia o fim do relacionamento com a atual mulher.

Por G1 Amazonas

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.