Mulher é presa por arremessar os próprios cachorros por cima do muro de um imóvel, em Manaus

Ela alegou estar passando por depressão e surto psicótico, e terá que comprovar, por meio de laudos psiquiátricos, a veracidade desta versão

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o meio Ambiente e Urbanismo (Dema), indiciou, na terça-feira (28/11), uma mulher, 31, por maus tratos os próprios animais domésticos, momento em que os arremessou por cima do muro da sua residência. O crime ocorreu no conjunto Shangri-la, bairro Parque 10 de Novembro, zona centro-sul.

De acordo com a delegada Juliana Viga, titular da unidade especializada, a mulher seria proprietária de um hotel para animais, e os cachorros vítimas dos maus tratos seriam de sua propriedade.

“As câmeras de segurança da vizinhança registraram o momento em que os animais foram arremessados, na segunda-feira (27/10), e uma moradora disponibilizou as filmagens ao buscar à delegacia para registrar a denúncia, no dia seguinte”, contou.

Conforme a titular, os policiais civis da Dema, junto a um médico veterinário, foram ao local para averiguar a situação e conduziram a mulher à delegacia, para que ela pudesse esclarecer o ocorrido.

“Em depoimento, ela alegou estar passando por depressão e surto psicótico e, por este motivo, teria arremessado os cachorros por cima do muro. Ela terá que comprovar, por meio de laudos psiquiátricos, a veracidade desta justificativa”, contou.

Ainda segundo a delegada, quanto aos animais, a moradora que registrou o fato se disponibilizou para ser a fiel depositária deles. E ficará a cargo do Poder Judiciário decidir quanto ao fechamento do estabelecimento.

A mulher foi indiciada por maus tratos aos animais e ficará à disposição da Justiça.

Por A Crítica

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.