Suspeito de divulgar conteúdo pornográfico de adolescente em aplicativo de mensagens é preso

Crime foi denunciado por um dos integrantes do grupo, no qual tem cerca de 700 integrantes.

Um homem de 32 anos foi preso suspeito de divulgar conteúdo pornográfico de uma adolescente de 14 anos em um grupo de aplicativo de mensagens com cerca de 700 integrantes. O crime foi denunciado por um dos integrantes do grupo, no qual tem cerca de 700 integrantes.

Conforme o delegado titular da Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Cibernéticos (Dercc), Antônio Rondon, a atitude do homem foi repudiada pelos demais membros do grupo, o que fez com que ele apagasse a mídia. Entretanto, um dos integrantes conseguiu salvar e denunciar o fato à polícia, tendo em vista que a postura é considera pedofilia.

“Deste modo, foi possível identificar o homem e representar pela busca e apreensão residencial e autorização para extrair as mídias do aparelho celular. Na manhã desta quarta, fomos até a casa do infrator, o indagamos e ele confessou a autoria do crime. O telefone dele também foi apreendido após buscas pelo imóvel”, disse.

Ainda segundo o delegado, ele teria apagado todos os arquivos do seu celular após ter sido criticado pelos membros dos grupos, no entanto, foi possível recuperá-los por meio do Departamento de Inteligência de Polícia Judiciária (DIPJ), da PC-AM.

“Dentre as mídias deletadas, encontramos o vídeo original da investigação, ocasião em que demos voz de prisão em flagrante a ele. O adolescente não foi identificado, todavia ele não seria a primeira vítima deste criminoso, que confessou ter mantido relações sexuais com outros adolescentes mediante pagamento que varia entre 50 à 100 reais”, explicou.

Rondon reforçou que as investigações irão continuar para identificar outras possíveis vítimas e aproveitou a oportunidade para alertar quanto à denúncia de crimes cibernéticos envolvendo crianças e adolescentes.

“É importante que essas práticas sejam denunciadas, para que possamos identificar e prender os autores, pois desta forma podemos resguardar a integridade e segurança deste público”, salientou.

Fonte: g1 Am

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.