Reforma tributária: Deputado Alberto Neto votou contra a reforma tributária que garantiu a competitividade da ZF

Foto: Reprodução

Declarado um apoiador do ex presidente, Jair Messias Bolsonaro, o deputado Alberto Neto, votou contra a reforma tributária.

A aprovação da reforma tributária na noite desta quinta-feira (6) foi uma vitória histórica para o Amazonas e para a Zona Franca de Manaus. Com o resultado, preços de muitos produtos diminuem, favorecendo a população que pagou caro com o mandato anterior.

A competitividade é um dos pontos positivos e mantidos do resultado. A criação de segurança jurídica que ajuda na coerência de aplicação das leis sobre os ambientes de negócios, garantindo aos investidores e empresas um cenário mais previsível, razoável e estável para maior segurança entre as relações, é uma vantagem conquistada com a aprovação.

A maior bancada era do PL, com 99 cadeiras. Antes da votação, o ex presidente, Jair Bolsonaro, que ficou inelegível por 8 anos após condenação por ataques contra o sistema eleitoral e acusações falsas, pressionou colegas de partido a votarem contra a reforma tributária. Apesar da pressão, 20 liberais não cederam e votaram a favor.

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, que faz parte do PL, votou a favor apesar de toda pressão imposta por Bolsonaro.

Benefícios da Reforma Tributária

Com a Reforma Tributária, haverá apenas dois impostos que não vão se acumular durante o processo produtivo. A reforma tributária vai unificar três impostos federais – IPI, PIS, Cofins – no novo CBS. O imposto estadual ICMS e o municipal ISS, por sua vez, serão unificados para criar o IBS.

Por redação do Portal Rio Preto da Eva

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.