Torcedores do São Raimundo doam kit maternidade para torcedora do RPE Parintins

O encontro aconteceu no domingo, na final do segundo turno entre e Manaus e Parintins na Arena da Amazônia

Em ação de solidariedade, torcedores do São Raimundo doaram um kit maternidade para a torcedora Raissa Gomes, de 18 anos, gravida de quatro meses e que foi atingida por estilhaços após torcedores do Tufão atingirem as janelas do ônibus onde a jovem encontrava-se. O caso aconteceu no dia 3 de março, logo após a partida entre São Raimundo e Parintins, válida pela 1ª rodada do segundo turno, no estádio Ismael Benigno.

Torcedores da Avante, Barra Brava, Bucheiros da Colina e o movimento Ultras com ajuda de dois patrocinadores do Tufão (MH Distribuidora e a drogaria Da Gente) entregaram o kit para Raissa no domingo (7), no dia da final do segundo turno entre Manaus e Parintins, que aconteceu na Arena da Amazônia.

Por meio de sua conta no instagram, a Avante (Associação dos Torcedores – São Raimundo EC) publicou uma foto em sua rede social ao lado de Raissa. Na postagem, a organizada destaca a importância de fazer com que o estádio seja um lugar de alegria, inspiração e confraternização para todos. 

“Quando os estádios são locais de encontro pacífico e celebração, eles se tornam símbolos de orgulho e identificação cultural. Assim, é imperativo que todos os envolvidos no mundo do esporte, desde os dirigentes e autoridades até os torcedores individuais, trabalhem juntos para promover e preservar a paz nos estádios, garantindo que esses espaços continuem sendo fontes de alegria, inspiração e confraternização para todos. Que sejamos rivais dentro de campo, mas que o respeito sempre prevaleça após o apito final”, diz em trecho da publicação, que continua. “O que aconteceu à jovem Raissa não pode e não deve se repetir. A torcida do São Raimundo é lembrada por fazer as melhores festas no estádio, independente da situação do clube, independente de resultado, nada nos faz calar. Atitudes de violência não combinam com nossos ideais. Obrigada a todos os envolvidos nessa ação. Obrigada a nossa psicóloga Anna Isabela por colocar seus serviços à disposição da jovem”, destacou a organizada.

No kit maternidade, Raissa recebeu lenços umedecidos, material para higiene, roupinha, banheira e cesto. E como foi destacado no fim da postagem da Avante no instagram, também foi disponibilizado um acompanhamento com a psicóloga Anna Isabela caso a torcedora do Parintins queira. Responsável pela ideia, a presidente da Avante e membro da Bucheiros, Roberta Rocha, falou sobre a mensagem que está ação passa.“Somos mães e sabemos bem os medos, preocupações e cuidados que uma gestação precisa. Então, apenas nos colocamos no lugar da Raissa. Percebemos que seria muito significativo se a torcida abraçasse a iniciativa e então passei a ideia à Avante e, a partir daí, nos organizamos para montar um kit com muito carinho. Nosso objetivo é mostrar que nossa rivalidade é apenas em campo”, afirmou Roberta.

No ocorrido que acabou punindo o São Raimundo em primeira instância no TJD-AM, Roberta frisa.“Foi uma situação infeliz e vergonhosa e que esperamos que nunca mais se repita. Não queremos que a torcida do RPE/Parintins e de outros clubes se sintam ameaçados e inseguros frente a nossa torcida. Nosso objetivo é sempre fazer festa no estádio, ir e voltar em paz”, concluiu.

Por A Crítica

Compartilhe :

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias
Categorias

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.